fbpx

Saiba como é estar em Veneza sem sair do país, conheça Anamã

Saiba como é estar em Veneza sem sair do país, conheça Anamã

Somente quem mora em Anamã, a 165 km de Manaus (AM), sabe como é morar em Veneza, na Itália. O município fica com as ruas completamente inundadas durante o período de cheia do rio Solimões, como aconteceu este ano.

O alagamento muda a rotina, mas não paralisa a cidade. Seus 14 mil moradores, muitas vezes, se mudam para o segundo andar de suas casas. Já outros habitantes, assim como boa parte do comércio e da prefeitura fazem um assoalho provisório de madeira, chamado de maromba.

A ronda policial é feita de barco para evitar que os mais apressados ultrapassem os limites de velocidades de suas rabetas e formem ondas nas ruas alagadas. Uma balsa hospital atraca durante três ou quatro meses para realizar atendimentos de urgência, emergência e partos.

E os comerciantes têm suas lojas largas o suficiente para receber os clientes que fazem as compras sem sair de seus barcos. Quem é de fora pode estranhar, mas tudo isso faz parte da vida dos anamãenses.

Foi neste lugar pitoresco que Thiago Lima Silva, de apenas 19 anos, decidiu abrir um negócio. Seguindo os passos do pai, que trabalha com assistência técnica de celulares em Manacapuru, o filho abriu a SOS Celular.

“No tempo da seca, que dura de dois a três anos, parte da cidade fica em terra e só uma parte da cidade alaga. Mas quando vem uma enchente grande alaga tudo e a gente faz maromba nas lojas e nas casas”, explica Thiago.

Thiago percebeu que nesse estilo da cidade, seus serviços seriam necessários. “Por isso é muito comum que os celulares caiam na água e por isso a demanda pelo nosso serviço é muito grande”, comenta. A limpeza dos aparelhos molhados é a assistência mais solicitada, seguido da troca das telas.

Junto com a grande cheia do rio Solimões deste ano veio a parceria com a Redeflex. “Há três meses eu comecei a oferecer recarga de celulares e parcelar os pagamentos”, diz. Para ele, os serviços oferecidos pela Redeflex ajudaram a fidelizar os clientes por oferecer uma comodidade a mais, que é sempre bem-vinda, ainda mais para moradores que passam parte do ano sobre as águas.

Após um passeio à Anamã, Thiago percebeu que a assistência técnica para celulares era um nicho importante a ser explorado e fixou moradia por lá. A parceria com a Redeflex veio para somar, oferecendo mais serviços e comodidades ao jovem empreendedor e para seus clientes.

Se você é um empreendedor, seja no Amazonas ou em qualquer outra parte do Brasil, a Redeflex tem os serviços que combinam com o seu negócio. Mais do que uma maquininha de cartão, a Redeflex está com você, onde você estiver.

Posts Relacionados
Comentar

Your email address will not be published.Required fields are marked *